Testemunho

 

TESTEMUNHO

 

Olá, meu nome é Morgan Anatole e também eu posso me chamar de testemunha viva do quanto às drogas podem deixar um rico pobre e um pobre sem vergonha, posso dizer que quase fui preso, quase fui morto, quase me suicidei, quase deixei de ser quem sou, mas fui resgatado por Deus e pessoas  por ele enviadas( meus pais e irmãos, profissionais e um lugar que me devolveu meus antigos e saudáveis sonhos) mas, também sou testemunho que tudo isso tem fim quando temos a AJUDA certa.

Sempre tive meus sonhos lindos e puros, sempre fui muito afetivo e dócil, lembro-me hoje em sã consciência de momentos puros e felizes dos tempos de menino, momentos esses que a embriaguez espiritual não me deixava sentir no uso abusivo. Realmente a alma humana é pura e capaz, porém as más sementes as vezes conseguem em nós germinar, criam brotos e sufocam as coisas lindas de uma vida harmoniosa.Quem usa drogas culpa sempre alguém, mas não faz nada para mudar, não agrega, é incapaz de sentir o prazer de uma vida familiar repleta, e a droga nunca irá completar ou preencher uma vida... Por isso, quem as usa sempre quer mais. Numa luta alucinante pelo prazer maior que as vezes está ao seu lado; as vezes está te chamando de meu filho, as vezes grita papai ! A droga é persuasiva e não me deixava enxergar, passei 3 dias comendo manga porque o dinheiro que pegava era canalizado para as drogas. Antes disso parei de trabalhar, depois comecei a estourar o cartão, depois vendi tudo que era meu, depois vendi o que pude do que era dos outros, o próximo passo seria roubar, e depois a prisão ou morte... Estes três passos anteriores as pessoas enviadas de Deus não me deixaram fazer, mas tenham certeza , eu iria fazer !!! Caso seu filho esteja vendendo as coisas FIQUE ALERTA!!! Pois o uso compulsivo deixa qualquer um cego, os valores já me tinham-se ido, era eu e as drogas, não existia ser humano ou ética, apenas a obsessão e o objetivo de saciar a constante busca da droga. Falo que não cheguei a dar os três derradeiros passos, sim não dei, mas nada impede que outros dêem, é como 2+2 = 4 isso vai acontecer a qualquer um que viva com drogas e sem tratamento, a família chora, o usuário chora a sociedade se irrita e pede sua cabeça.  Não quero aqui alarmar ninguém, simplesmente ser honesto e dizer que isso realmente acontece todos os dias. Perguntava-me no auge da depressão até quando ? Queria parar, mas não conseguia e continuava cegamente por caminhos tortuosos... A atitude tem que vir de fora nestes casos, é como se eu estivesse num lamaçal e sem ter onde segurar para me erguer. A família nesse momento é o cajado que alavanca, uma comunidade  terapêutica e seus profissionais são os guias que nos dão banho e tiram-nos o lodo, nos perfumam e nos mostram o quanto é bom viver limpo, coisas simples que tínhamos esquecido... No meu caso, fui internado involuntariamente, doeu, mas a dor sempre é menor que o sofrimento. Aprendi que a dor é inevitável, é parte da natureza humana, mas o sofrimento é opcional... Aprendi que o meu problema não é com as drogas ( quem tem problema com drogas é a polícia ), meu problema era com meu medos, minha personalidade imatura, com minha forma de enxergar a vida... Aí estava o ponto, a droga de indivíduo, a droga interior, a incapacidade de lidar com a vida e meus sentimentos. A princípio tive que tomar remédios para desintoxicar o corpo, depois comecei a ser doutrinado para desintoxicar os meus conceitos e a minha alma. Faça algo por quem você ama, tome uma atitude enquanto é tempo. E  você amigo que sofre o que sofri e que sente o que senti... Te pergunto, até quando você vai tentar se matar? Até quando vai deixar sua família sofrer? Se faz essa pergunta.

ESPERO TER SIDO HONESTO E FRANCO...E  TER CONSEGUIDO AJUDAR PARA QUE OUTROS TAMBÉM TENHAM A CHANCE DE UMA NOVA VIDA.

Na luta contra as drogas e contra mim mesmo eu fui salvo pelo gongo, meu telefone é:  Fone (81) 9796-9077